MISÃO – Cabo Verde
Ir Maria de Fátima Santos Silva

A Comunidade Madre Rita está localizada na ilha de São Vicente, Cabo Verde. A Ilha tem uma extensão de 227 km2 e uma população de 74.000 habitantes. A realidade sócia econômica é média baixa. Os habitantes da Ilha buscam recursos trabalhando como imigrantes em outros países, principalmente na Europa.
A presença das Irmãs de Jesus Maria José em Cabo Verde deve-se ao pedido insistente do Grupo da Família Jesus Maria José que havia sido fundado no local, através do Sr. José Maocha, que foi membro da família Jesus Maria José em Luanda, Angola , e que retornou a sua terra natal, residindo na Ilha de S. Vicente - Cabo Verde.
Com autorização da Igreja local, e conhecimento dos Superiores do Instituto Jesus Maria José, o Grupo da Família Jesus Maria José começou na Ilha de São Vicente no dia 24 de setembro de 2000, assumindo como leigos o espírito e o carisma do Instituto e de sua Fundadora Rita Amada de Jesus. São hoje muitos grupos em comunidades diferentes em expansão por outras Ilhas.
O grupo já possui estatutos próprios registrados e reconhecidos pelo poder público de Cabo Verde. Cada grupo tem uma coordenação que é escolhida em assembléia a cada triênio.
As Irmãs marcam presença apoiando, formando e acompanhando de perto o Grupo da Família Jesus Maria José.
Estão ainda inseridas na vida da Igreja, vivenciando e testemunhando com alegria, o carisma e missão do Instituto no meio do povo numa realidade de desagregação familiar e da necessidade urgente de evangelização.
Atuam nas mais diversas pastorais, especialmente na liturgia, catequese do adolescentes, jovens e adultos e na preparação para o Batismo de pais e padrinhos.
Ministram aulas na própria residência (dois grupos, manhã e tarde)
Para crianças com dificuldades, oferecem reforço escolar, formação humana e espiritual e ainda oração do terço com vizinhos crianças e adultos, todas as tardes, na capela da casa das Irmãs.
Explicitando a vida que circula, segue este relato, sabendo que é pela Ação do Espírito que o Reino de Deus se consolida através dos a que abrem o coração ao Sopro do Espírito. “As plantas quando crescem alargam seus ramos” - foi o que aconteceu com a família Jesus Maria José em Cabo Verde. Nasceu na Ilha do de São Vicente, há 12 anos, e alargou seus fortes ramos para Ilha de Santo Antão.

Em 2011, precisamente no dia 28 de maio, ela estendeu seus ramos até a Ilha do Sal, onde já se somamtrês núcleos: Palmeiras, Espargos, e Santa Maria.
“Sentimos que não é o esforço do trabalho humano, mas a graça de Deus e a proteção da Beata Rita Amada de Jesus”, afirma Ir Maria de Fátima, Assessora Espiritual da Família Jesus Maria José de Cabo Verde. Assim fortalecidos e atentos ao desejo ardente da Fundadora do Instituto, a Beata Rita Amada de Jesus,de levar o Evangelho da Salvação a toda criatura (cf. Mc 16, 14-15), esses “associados” (leigos cristãos) avançam e, a cada dia,estendem os ramos da Família Jesus Maria José a novas comunidades, nas quais, com a chancela da Providência Divina, instalam novos núcleos, como por exemplo: o primeiro, em Achada de São Filipe, na Ilha de São Tiago (praia),nos dias8 e 9 de outubro de 2011; e, dia 12 de fevereiro de 2012,o segundo, desta feita em Assomada, na mesma Ilha de SãoTiago.
Segundo o Sr. José João Maocha (fundador da Família Jesus Maria José), “Deus e a audácia andam juntos desde que o Instituto Jesus Maria José nasceu”.
É impossível ler e reler este entusiástico e plausível recorte sobre o avançar contagiante e singelo do grupo Família Jesus Maria José de Cabo Verde, África, sem se fazer alusão à obra da Beata Rita Amada de Jesus no tocante “ao carisma do Instituto, que é dom do Espírito Santo a Ela concedido para enriquecimento da Igreja e que se exprime no ZELO APOSTÓLICO sob a forma concreta de APELO À CONVERSÃO” (Diretório da Família JMJ, p.9). Por outro lado, também não se pode obscurecer a ligação íntima desta leitura e releitura com o texto bíblico da “A videira e os ramos” (João 15, 1-8), haja vista a intimidade deste com a dimensão missionária da “frase inicial” da Ir Maria de Fátima, ao afirmar que “As plantas quando crescem alargam seus ramos”, cujo enfoque evangelizador ratifica as sábias palavras de Jesus Cristo reveladas à humanidade, como sendo Ele mesmo “a Videira Verdadeira”, que tem “o Pai como o agricultor” e “nós” cristãos do mundo inteiro como os seus ramos.
Ao refletir a importância da expansão da obra do Instituto JMM no mundo, de modo especial ao compromisso evangelizador dos irmãos e irmãs de Cabo Verde, amplia-se a certeza de que a videira, o próprio JESUS CRISTO, necessita de cada um de nós para que, de fato, mereça os cuidados do Pai, o agricultor, o que implica em se conceber “videira e ramos” como um bem coletivo, onde a responsabilidade é de todos, desde o zelo pelo terreno à produção de bons frutos. Nisto consiste o trabalho da Igreja, que, no caso do Instituto Jesus Maria José,vem expandindo seus ramos pelo mundo inteiro, cuja presença emnove países já é uma realidade.


Algumas de nossas Atividades em Cabo Verde

No result...

Please publish modules in offcanvas position.

Free Joomla templates by L.THEME