São José Guardião da Família /

Instituto Jesus Maria José

Têm alguns filmes que retratam a figura de São José, pai adotivo de Jesus, como uma pessoa mais velha. Assistindo um desses filmes achei interessantes pensar em São José como uma pessoa mais madura, pois para ser o responsável, o guardião dessa família, precisaria ser uma pessoa com mais experiência de vida, mas por outro lado vejo também jovens que já são capazes de atitudes extraordinárias em relação ao outro, de cuidado, respeito, doação... como o jovem Italiano o Beato Carlo Acutis.

Então, sendo jovem ou adulto com mais idade, São José foi capaz de atos heroicos. Além dos aspectos humanos percebidos em São José, ele era também um homem de fé e temente a Deus. Foi por isso, que respondendo o chamado do anjo em sonho, teve a coragem de dizer sim à vontade de Deus e foi ser o Guardião da Sagrada Família. Sabemos que não foi fácil.    

Na noite em que celebramos o Natal parece tudo muito lindo e mágico, mas a realidade não foi bem essa. Ter que ir com uma mulher grávida em caravana para Belém, distante a 110Km de Nazaré, em situações adversas, depois ainda não encontrar lugar para hospedagem, tendo que ficar em uma estrebaria, é preciso fé, muito amor e docilidade à vontade de Deus. Depois a fuga para o Egito, um lugar desconhecido, distante, tendo que recomeçar toda a sua vida.

É provável que José, não tivesse muito dinheiro para levar, pois primeiro teve que ir à Belém às pressas, depois estando em Belém tem que fugir e proteger o menino Jesus, enfrentado vários obstáculos. Mas foi perseverante, firme em sua missão de pai adotivo. São José entende bem o sofrimento de muitas famílias, que as vezes é formada só de mãe e filhos.

Mas tem também muitos pais que são parecidos com São José, que incentivam, cuidam, respeitam, amam a sua família, e estes podem encontrar em São José um estímulo e exemplo para continuarem cuidado de suas famílias. E todas as famílias podem encontrar em São José um intercessor, um guardião para os seus membros.

Peçamos a São José que cuide de todas as famílias, principalmente aquelas que passam por maiores dificuldades, as famílias de migrantes, sem tetos... E que possamos aprender com esse pai a amar e respeitar a nossa família e também todas as famílias, colaborando para que todos possam viver com dignidade, serem respeitadas em seus direitos.